TIPOS DE PIERCING: guia completo!

O nosso corpo é também um forma de expressão nossa e assim como o estilo de roupas que usamos, o tipo de piercing também pode mostrar um pouco mais de você e marcar um estilo de vida que você segue ou um gosto pessoal.

E se você acha que usar peças pelo corpo é uma coisa atual, engana-se. Na verdade, essa tradição é uma característica de tribos passadas, como maias e faraós. E ao longo dos séculos continua presente.

Agora se você quer tirar algumas dúvidas antes de ir a um estúdio, o post vai ter dar uma mãozinha com dicas e ideias para piercings.

Locais e tipos

Nariz

            O nariz é um dos locais mais visíveis para quem pretende adotar a peça, e pode ser usado tanto por homens, como mulheres. O uso do piercing nessa região, apesar de delicado, pode não ser uma boa opção para quem tem fortes alergias respiratórias, afinal você pode se machucar ao ficar coçando as narinas.

 

Septo

septo
Os modelos de argola são uma releitura da tradição indiana

O furo no septo tem sido bem usual, e as joias escolhidas costumam ser argola ou ferradura. Ambas são bem indicadas para essa região.

Em relação ao processo de aplicação, a dor varia entre moderada e intensa e o processo de limpeza e cuidados para cicatrização deve ser seguido, já que essa região tende a infeccionar com mais facilidade. O processo total para ter a área cicatrizada varia de 30 a 60 dias.

 

Nostril (Aba nariz)

nostril nariz

modelo para nariz
A pedrinha brilhante é pequena e delicada

Entre as perfurações usadas no nariz, o piercing de aba talvez seja um dos mais antigos, e continua sendo uma boa opção. Assim, como a versão do septo, os cuidados e processo de cicatrização são bem parecidos.

Em relação as joias usadas, o mais comum são as argolas (anéis) ou bolinhas pequenas, que são discretas e podem ter um ponto de brilho para se tornarem ainda mais delicadas.

 

Bridge

bridge
A peça prateada é pequena e delicada

Entre os tipos de perfurações no nariz o bridge é o mais moderno. A aplicação da peça acontece na pele quase na parte final do nariz e próximo dos olhos, e a dor fica entre mínima e moderada.

A cicatrização demora até 2 meses e por ser na pele não há muita chance de infeccionar. Os cuidados são básicos, como lavar com água e sabonete anti-bacteriano.

O único alerta para este tipo de peça é em relação a quem usa óculos, afinal no período de cicatrização o contato entre óculos e piercing podem levar ao incomodo a até a uma inflamação.

 

Orelha

            Antes de mostrar um pouquinho de cada região que pode ser perfurada na orelha, vamos a um esqueminha para facilitar o entendimento, afinal quase toda a orelha pode ser perfurada.

perfurações orelha

Lobe (lóbulo)

lóbulo
As peças menores podem ser combinadas com o brinco do primeiro furo

Talvez esse seja o mais comum e as vezes até confundido com um brinco. Afinal ambos ocupam o mesmo espaço, aquela parte molinha da orelha e que dói bem pouquinho para furar.

O uso é indicado tanto para mulheres, como para homens. E os modelos de joias mais indicadas para essa área são ar argolas e pontinhos, tipo de brinco mesmo.

 

Anti-tragus

anti-tragus
O modelo metálico tem coloração esverdeada

Um pouquinho acima do lóbulo, essa já é uma área de cartilagem e a dor também já é um pouco mais intensa, mas fica no nível de moderada. As peças mais usuais para o furo no anti-tragus são argola, ferradura ou banana (levemente curvado).

A cicatrização nessa área pode ser bem mais lenta, e com os cuidados de higienização corretos, dura em torno de 4 meses a 1 ano para recuperar totalmente.

 

Tragus

anti-tragus
O modelo metálico tem coloração esverdeada
tragus homem
O modelinho bolinha preta é pequeno e combina com homens e mulheres

Uma maneira mais ousada e bem atual é esse local de perfuração. A região fica em frente ao canal auditivo e não apresenta riscos, mas por ser uma região mais grossinha tende a ser uma dor mais intensa no momento de perfurar. Já o tempo de cicatrização varia de 3 meses a um ano.

 

Daith

daith

Neste caso a perfuração é feita naquela dobrinha da orelha que fica um pouco acima do ouvido, e permite usar diferentes tipos de joias.

A colocação tem dor que varia entre moderada e intensa, e assim como outras peças da orelha tem um processo de cicatrização longo, que pode chegar até a um ano.

 

Rook

rook
O modelo com brilho é indicado para mulheres

modelo banana            O furo dessa região é indicado para quem quer ousar e aguenta passar por uns momentinhos de dor, afinal a cartilagem nessa área é mais espessa e isso causa uma dor intensa na perfuração. Os modelos de peças mais usados aqui são banana ou argola.

Após perfurar a região pode ficar inchada e dolorida por até 10 dias, e o processo de cicatrização é longo, podendo alcançar os 12 meses.

 

Hélix

hélix
O uso de três peças é delicado

Uma proposta bem diferente para furar a cartilagem é o uso de peças no hélix. O processo de furar é menos intenso que em outras áreas, e a dor fica em moderada.

Já o processo de adaptação é simples e há baixos índices de rejeição e inflamação. E até mesmo a cicatrização tem tempo menor, variando entre 2 e 8 meses.

 

Industrial (ou transversal)

transversal

transversal orelha
No lóbulo, as peças menores são delicadas

Esse é um modelo mais comum de perfuração, e apesar de já ser mais conhecido é uma indicação para quem tem mais ousadia, afinal o modelo transversal costuma ser mais visível por conta do tamanho que é maior. O furo pega a cartilagem externa e a dor é moderada, enquanto a cicatrização pode durar até 8 meses.

 

Orbital

orbital

A posição orbital é menos comum de ser perfurada, e é uma dica para quem está em busca de uma área com dor moderada e resultado diferenciado. A indicação de peças variam entre argolas e pequenas pedrinhas brilhantes.

A recuperação total da área costuma depender da sua pele, mas pode chegar até 1 ano.

 

Outer conch cartilage

Outer conch cartilage
As peças no mesmo estilo mantém um visual mais delicado

Outer conch cartilage homem

Aqui a área fica bem próxima da cartilagem e a dor não é tão intensa, e fica mediana. A quantidade de furos pode variar, e as peças pequenas são as mais usadas tanto por mulheres, como homens.

A cicatrização é como em qualquer outra área da orelha e pode demorar até um ano.

 

Cartilagem

modelos cartilagem

Possivelmente essa é uma das áreas mais comuns de perfurar, e vamos combinar que pode ser uma das mais bacanas também, afinal a variedade de peças que podem ser usadas nessa área deixam o resultado diferenciado. A dor é mediana e a cicatrização mantém-se entre os 12 meses.

 

Iner conch

Iner conch
O uso em conjunto é deve priorizar peças harmoniosas
dentro concha da orelha
A peça única é delicada e simples

A localização desse furo é dentro da concha da orelha, e como já se pode imaginar é uma dor intensa, por conta de ser uma região mais espessa e durinha. O processo de recuperação depende do seu organismo e da higienização adequada, mas costuma demorar até 1 ano.

 

Lábio

            Esse é o tipo de perfuração que tem se tornado cada vez mais comum, e os modelos podem variar desde as versões externas, até opções mais escondidinhas e internas.

 

Lowerllips (Lábio inferior)

lábio inferior
O modelo no canto da boca é delicado

Prepare-se para uma dor intensa!

E apesar de ser dor ser algo relativo de pessoa para pessoa, a maior parte de quem adota a moda de perfurar os lábios diz ser algo bem intenso.

A parte dos cuidados é bem intensa, afinal é uma região que está em contato com saliva e alimentos constantemente. Já a cicatrização total não é tão longa como as opções na orelha, e pode demorar até 12 semanas.

 

Labret

labret

Aplicado abaixo do lábio inferior, este tipo de peça pode ser apenas de bolinha aparente em duas extremidades. A dor é moderada e a cicatrização também é tranquila, sendo entre 2 e 4 meses.

 

Monroe

monroe
Neste caso a perfuração foi nos dois lados

O nome dessa peça é destinado a diva Marilyn Monroe, que tinha um sinal bem marcante acima do lábio superior.  E se a natureza não te deu a pintinha, uma maneira de incluir uma marquinha é usando o piercing Monroe.

A peça é aplicada rapidamente e a dor não chega a ser insuportável. Já o processo de cicatrização é  tranquilo, e gira em torno de 1 mês.

 

Medusa

medusa
No nariz, a peça tipo argola
modelo para furo medusa
O modelo de flor é delicado para mulhers

Uma opção diferente é o furo acima do lábio superior e na parte central, entre boca e nariz. Apesar de ser mais ousado, é uma opção para quem não quer ter tanta dor, já que o nível é de leve a moderado. Esse tipo de furo também é indicado para quem não pretende enfrentar um longo processo de cicatrização, já que o tempo máximo é de 3 meses.

 

Boca

Cheek (bochechas)

bochechas
O cabelo colorido valoriza o estilo ousado

Normalmente esse tipo de aplicação é menos comum, e pode ser usado apenas em um lado ou nos dois (mais usual). A aplicação é simples e a dor é leve. A joia costuma ser bolinhas delicadas que ficam aparentes nas bochechas. Já a cicatrização pode demorar até um ano.

 

Tongue (Língua)

língua

Essa é uma opção mais reservada e ideal para quem não quer deixar o piercing visível, afinal a peça fica escondidinha na língua.

A perfuração é uma das menos dolorosas e a cicatrização é rápida, mas exige cuidados frequentes por estar em contato direto com saliva e alimentos.

 

Brake tongue (Freio da língua)

freio da língua
O modelo banana é indicado para essa área da boca

A perfuração acontece na pelinha que fica abaixo da língua e torna-se uma opção discreta. No entanto, essa é uma região de terminações nervosas, e apesar de não ter riscos é uma área de dor intensa.

A cicatrização dura de 2 a 4 meses e por estar em uma área mais propensa a infecções, exige cuidados constantes com higienização.

 

Lip frenulum (frênulo)

frênulo

Aqui a opção é perfurar a parte interna do lábio, e nem precisa dizer que isso dói né?! A região é bem sensível, e por isso é preciso coragem. Caso você já esteja preparado, é preciso considerar também o processo de limpeza constante e a cicatrização que pode durar até seis meses.

           

Smile

smile
A peça dourada é charmosa

Neste caso a perfuração é feita no lado interno do lábio superior e torna-se aparente ao sorrir. Por ser uma região com terminações nervosas, a dor pode ser mais intensa, e a cicatrização mais demorada também, variando entre 6 e 8 meses.

 

Outros

Sobrancelha

modelos sobrancelha

A perfuração na sobrancelha é algo mais comum, mas continua sendo usado. A dor é caracterizada como leve, e muito indicada para quem pretende fazer uma modificação corporal sem sofrer muito. Já a cicatrização, que deve ser bem feita, também é simples e leva no máximo 10 semanas.

 

Umbigo

umbigo
A peça com penduricalhos exige cuidado para não enroscar
modelo umbigo
O top cropped valoriza a perfuração no umbigo

peça umbigo

Talvez essa seja a aplicação mais conhecida e que marcou o final da década de 90 e início dos anos 2000. A peça no umbigo pode ser de modelos variados e tem índice moderado de dor na aplicação. A cicatrização exige bastante cuidado e o processo de recuperação da pele pode levar em média 4 meses.

 

Colocação de piercing – passo a passo

            Se você quer se preparar antes de ir ao estúdio, pode assistir a alguns processos de perfuração e colocação da peça, mas se tem certa agonia e pavor de agulhas, talvez os vídeos possam te causar incômodo.

 

Agora que você já conhece os tipos de piercing, é só decidir qual o local da perfuração e escolher um estúdio que seja recomendado por conhecidos e que siga normas e indicações de higiene, afinal a modificação corporal está ligada também a sua saúde.

 

 

 


6 comentários em “TIPOS DE PIERCING: guia completo!”

  1. Já coloquei piercing na língua.no nariz.nos lábios sem cateter.eu mesma furei. Só sei trabalho na língua. O piercing da língua d acordo com minha experiência é o q menos dói.pois aos poucos Fui pegando os truques sozinha. Quem quiser algumas dicas do chamar.pois tenho umas experiências pq fiz piecings em várias pessoas…bjs….

    1. gente , não façam isso!!! é perigoso, e é loucura, procurem um bodypiercing e façam acompanhamento com ele, piercing não é brincadeira e por trazer infecções graves!!!! doida. não chamem.

  2. A do Smile é mentira pura. Não dói nenhum um pouco pra furar pois a pelinha (o freio superior é MT fininho). a cicatrização no máximo 2 semanas, bem tranquilo. Come o que quiser e nem atrapalha pra nada. Só use enxaguante bocal sem álcool umas 2/3 vezes no dia. Já furei umas 3 vezes pq meu freio é MT delicado e acaba rasgando a pele….aaaah e se isso acontecer com vc, relaxa pq vc nem sente rasgar, vc só acaba notando que o piercing está descendo cada vez mais. E só esperar uma ou duas semanas e ja está em perfeito estado de novo.

  3. Furei na cartilagem da orelha há menos de um mês; embora já seja meu 5 furo, foi o primeiro na região. Na hora, mal senti a picadinha, porém depois admito que a orelha passou uma semana sensível, sequer dava para outra pessoa encostar e tentar dormir por cima dela era um martírio, mas ao menos não inflamou. Agora tá totalmente tranquilo, não sinto nadinha, já dá até pra puxar e girar de boas, o local tá sequinho e falta apenas cicatrizar por dentro. Maaaaaas, admito, fugi das recomendações e usei álcool 70%, pois sempre me ajudou a limpar melhor e cicatrizar mais rápido, e, sinceramente, não senti nenhum mal (pelo contrário, parecia deixar a dor inicial bem mais amena). Acho que varia de cada um. Eu lavo todos os dias com sabonete, passo álcool e depois antisséptico; deu certinho com todos os piercings que já coloquei, então vou nessa mesmo kkk

  4. Furei o conch e a cartilagem faz uns três dias, a dor da aplicação foi tranquila, mas a dor da cicatrização…. tá forte, viu kkkk mas não me arrependo! É só cuidar direitinho e escolher uma joia leve (a minha é bem pesada, por isso a dor mais intensa).

  5. Coloquei um na sombrancelha, não vou mentir, doeu um pouco, porém a minha pele na região da sombrancelha é bem grossa, o que ajudou a dor mais. Eu estava esperando uma dor muito maior. A cicatrização foi bem de boa, em 2 semanas já estava quase completa, e eu comi tudo o que não podia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *